segunda-feira, 3 de maio de 2010

Presidente da Junta de Freguesia de Cardigos renuncia ao mandato

Paulo Silva, presidente eleito da Junta de Freguesia de Cardigos, renunciou ao seu mandato.

O facto de viver e de trabalhar fora da freguesia, situação de todo impensável para um presidente de junta, dado tratar-se do cargo autárquico que obriga a uma maior proximidade com a população, deixava antever que, mais cedo ou mais tarde, a renúncia acabaria por acontecer.

Aliás, desde o dia das eleições, que muita gente em Cardigos previa que este cenário viesse a acontecer.

O momento em que esta renúncia acontece, decorridos apenas 6 meses após as eleições, bem como todos os factos que estiveram na origem desta candidatura, é mais uma prova de que, ao PSD / Mação, o que importa fundamentalmente é ganhar eleições, relegando para segundo plano os interesses do concelho e das suas freguesias.

Tendo Saldanha Rocha, Vasco Estrela, António Louro e o PSD / Mação em geral criticado os candidatos do PS à Câmara de Mação pelo facto deles não residirem no concelho, é caso para lhes perguntar, perante o que aconteceu em Cardigos, onde pára a sua coerência política.

Esta é a segunda baixa na lista do PSD / Cardigos porque, logo após as eleições, Zeferino Sobreira, ex-presidente de junta e que foi eleito para a Assembleia de Freguesia, renunciou igualmente ao seu mandato.

Significa isto que, no espaço de 6 meses, 25% dos 8 autarcas eleitos pelo PSD já abandonaram o respectivo cargo, com a particularidade de um dos abandonos ser o do próprio presidente da junta de freguesia.

Não será isto enganar os eleitores?

Criticável é também a atitude da Sra. Presidente da Assembleia Municipal que, na Assembleia da semana passada, e perante a presença do novo presidente da Junta de Freguesia de Cardigos, Carlos Leitão, não teve a gentileza de informar os presentes da alteração havida. A bancada do PS teria tido todo o gosto em saudar o novo membro da Assembleia.

Uma última palavra para o Carlos Leitão: votos de um bom trabalho em prol da freguesia e de toda a sua população.

1 comentário:

vitor dias disse...

Foi pena,,,mas o Paulo já previa que isto se ia dar ,,,as razões já todos conhecemos.....mas é de lamentar os elementos que já abandonaram o barco,,..